Associação de Beneficiários da Obra de Rega de Odivelas

Associação de Beneficiários da Obra de Rega de Odivelas


A Associação de Beneficiários da Obra de Rega de Odivelas (ABORO) é uma associação privada de direito público, concessionária do Aproveitamento Hidroagrícola de Odivelas – 1ª e 2ª Fases o qual é constituído por uma área com distribuição de água para rega em pressão, cerca de 8.926 ha e por outra área de cerca de 3.825 ha com distribuição em gravidade, totalizando cerca de 12.752 hectares.

A ABORO foi constituída em 3 de fevereiro de 1987 e desde 16 março de 1991 é a entidade responsável pela Gestão do Aproveitamento Hidroagrícola de Odivelas – 1ª Fase, a 2º Fase foi construída no âmbito do projeto de Alqueva e entrou em funcionamento em fevereiro de 2004.

A gestão da ABORO é assegurada pelos seus órgãos sociais: Assembleia-geral, Direção e Júri Avindor, os quais são representantes dos Associados do Aproveitamento Hidroagrícola de Odivelas, tanto proprietários como rendeiros. Consciente de que os recursos humanos são um activo fundamental para desenvolver a sua atividade a ABORO apostado na criação de um espírito de equipa como valor para o sucesso, e promovendo a formação e requalificação dos seus colaboradores o que permitiu acompanhar os novos desafios da modernização dos sistemas de distribuição de água sem recorrer a novas contratações, mas sim à reconversão dos colaboradores já existentes.

No conjunto da 1ª e 2ª Fases, o Aproveitamento Hidroagrícola de Odivelas conta com cerca de 560 beneficiários, proprietários e rendeiros da área beneficiada, os quais são responsáveis por toda a vida agrícola desenvolvida no Aproveitamento Hidroagrícola e são de facto o centro de toda a nossa da atividade, no sentido de lhes proporcionar as melhores condições possíveis para desenvolverem as suas atividades.

A Associação de Beneficiários da Obra de Rega de Odivelas (ABORO) é uma entidade colectiva de direito público com sede em Ferreira do Alentejo, foi constituída 1987 e é responsável pela gestão do Aproveitamento Hidroagrícola de Odivelas desde 1991.

Actualmente é a entidade concessionária da exploração da 1ª e 2ª fases do perímetro de rega de Odivelas, contando uma área de 12.000 ha e cerca de 1000 beneficiários. A ABORO conta com 158 Sócios, sendo a área de intervenção são 12.361,73Ha, distribuídos pelos Conselhos de Ferreira do Alentejo, Grândola e Alcácer do Sal.

Morada:

Av. Gago Coutinho e Sacadura Cabral
7900-562 Ferreira do Alentejo,
Portugal

Telefone:

+351 284 739 425
+351 284 739 503
Seg - Sex: 9:00 - 12:30 e 14:00 - 17:30

Endereço de Email:

geral@aboro.pt

Serviços


Exploração e Manutenção do Perímetro de Rega de Odivelas, nomeadamente:

Apoio técnico à conservação, exploração da Obra e aos Associados;

Serviço de Assistência Técnica ao Regante (SATR) na ABORO;

Manobra e manutenção do diverso equipamento durante e após da campanha de rega;

Condução das várias máquinas existentes na Associação, na execução dos trabalhos de Conservação da Obra e no apoio aos agricultores do Perímetro;

Distribuição de água aos regantes e execução de todos os trabalhos necessários à Conservação e Exploração da Obra.

A nossa atividade centra-se sobretudo em quatro áreas: exploração e manutenção do Aproveitamento Hidroagrícola, reabilitação e modernização de infraestruturas, prestação de serviços de apoio aos beneficiários e desenvolvimento de projetos que enquadrem no âmbito dos objetivos estratégicos da Associação.
A exploração do Aproveitamento Hidroagrícola inclui a operação e manutenção das infraestruturas e equipamentos que o constituem, de forma a assegurar o fornecimento de água aos beneficiários.
As principais culturas existentes no Aproveitamento Hidroagrícola de Odivelas são o olival, milho, tomate, melão e arroz.

Corpos Sociais


Assembleia Geral

Presidente - Sr. Emídio de Jesus Sobral
Vice-Presidente - Sr. António Manuel Bernardo Mendes
Primeiro Secretário - Sr. Joaquim António Pereira Sobral
Segundo Secretário - Sr. José João Raposo Godinho

Direcção

Presidente - Sr. Manuel António Canilhas Reis
Vogal - Sr. Joaquim Augusto Mangorrinha Soares Banza
Vogal - Sr. Eduardo José Pereira de Carvalho
Vogal - Sr. Pedro de Melo e Faro Maldonado Passanha
Suplente – Sr. José Manuel Inverno Cantigas
Suplente – Sr. Vasco Cortes Martins
Suplente – Sr. João Passanha Guedes
Suplente – Sr. Tiago Bastos
Suplente – Sr. Mário Gemperle

Júri Avindor

Presidente – Representante da Direção Regional de Agricultura da Alentejo
Vogal efetivo - Sr. José Mariano Borrego Atabão
Vogal efetivo - Eng. Rui Manuel Inácio Garrido

Director Executivo

Engª Maria Amélia Costa Tavares

Localização